Corra até Cansar…

/
Eu em Ponta Grossa no Parque Vila Velha – 2016

Corra até Cansar… Nasci sem poder me exercitar, e tudo devido ao meu problema de coração. Depois quando liberado… comecei a correr… E eu corri demais.

E não tinha nada a ver com a prática de esportes. Tinha relação com o meu bem estar. Eu corria, e parecia que tudo que me fazia mal, ia ficando para trás… em meio ao suor, em ritmo de respiração ofegante, sem controle de tempo ou distância…

Eu em Curitiba 2010

Corri a São Silvestre umas cinco vezes, viajei para correr a Primeira Meia Maratona do Rio, e participei da primeira Maratona de São Paulo. E muito tempo antes disto, não sei como, consegui ser segundo lugar em uma corrida da minha cidade, Santo André.

Ir para as provas, te provava chegar até o final, sem se preocupar com o tempo cravado abaixo disto ou daquilo. E na boa… Cada um cada qual, mas na minha opinião, a performance estragou a minha diversão e o jeito de sentir a corrida.

Mas correr faz parte da minha essência. E por vezes… é preciso se reconectar, com o que UM DIA me deixou mais forte, mais leve… livre e cansado.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Previous Story

Cedar Point como Cenário para As Crônicas de Ivi

Next Story

Montanhas Curvas nas Crônicas de Ivi

Latest from a reformar