Assim Nascem as Doenças

Talvez não seja a primeira vez que um texto assim bate a sua porta, mas algumas informações devem ser repetidas no decorrer das nossas vidas. E o que segue tem a ver com as doenças. Você sabe como algumas delas surgem? Muitas delas nascem da nossa incapacidade de expelir nossas angústias. 

Enquanto engolimos um choro, um desespero… nosso o corpo tenta nos alertar do perigo. Ele fala quando ganhamos peso, perdemos o sono e muitas vezes a vontade de viver o dia a dia. Fala através das dores de cabeça, de uma gastrite, nestes dias de ficar só em casa eu até tive refluxo. Ganhamos idade, maturidade, e sapiência para aliviar a ansiedade… Eu as vezes me pego roendo as unhas e isto apesar de errado é o jeito de eu entender um ataque que venho sofrendo, e não estou prestando atenção.

Cada qual deveria se escutar, e contemporizar ao primeiro sinal de que nós apertados estão ficando atravessados em nossa garganta. Pois enquanto não detectamos o temor e mergulhamos no silêncio, o falatório interno do mal começa e não para. E infelizmente muitos adoecem por cultivarem no mistério coisas mal digeridas dentro de seus corações…

Expressar-se tranquiliza a ameaça! O sofrimento deve ser um estado não algo ligado a normalidade. A dor deve ter um basta! E deve ser combatida e vencida. Medite! Cante uma música, dance, faça piadas, pinte um quadro, encontre os amigos… nem que seja de forma virtual… Eu tenho alguns que não gostam nem de um jeito nem de outro. 

Eu gosto de escrever, já escrevi muitos textos, poesias e até um livro já nasceu… fruto da minha tristeza. Também gosto de correr! Hoje eu jogo futebol e me divirto mais com o desenrolar do jogo do que com os gols que faço e os amigos dizem que foi graças a sorte

Se você tem dinheiro conte para seu analista, não está podendo converse com Deus… Se não acredita nos céus converse sozinho, com seu cachorro, com os peixes dentro do aquário, mas não se cale!!! Pois se você engolir tudo que sente, no final, você pode se afogar!

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Default thumbnail
Previous Story

Territórios Sombrios

Next Story

Super Shen - Nioghalvfjerdsfjorden

Latest from Intimo e Pessoal

Viva por mim!

Eu e a Zhoe – Janeiro 2017 Tive cachorro toda minha vida. Mas a Zhoe redefiniu

Poesia para que?

Poesia para que? No meu antigo blog, eu gostava de escrever poesias. Davam-me prazer. Na nova

Buraco Negro

Buraco Negro. Concepção artística da Nasa sobre um Buraco Negro numa galáxia anã Onde será que foi parar algumas

Amigos de Infância

em Santo André City Pronto! Ninguém abaixo dos 40 Embora a fase da inocência tenha acabado