Buraco Negro

/

Imagem para Mdc - Buracos NegrosBuraco Negro. Concepção artística da Nasa sobre um Buraco Negro numa galáxia anã

Onde será que foi parar algumas de minhas paixões? Por exemplo, eu não sou mais tão doido pelo que existe no Espaço, e isto me incomoda. Parece que tudo foi sugado por uma espécie de Buraco Negro da realidade. Será que parei de sonhar, ou estou ficando velho? Será que descobri que apanhei demais querendo se meter onde não deveria, e sendo assim desisti de ir onde ninguém foi?

A história recente conta que a ousadia me levou a criar meu próprio universo fantástico. E no desejo de o promover ao estrelato dos livros comerciais, ganhei simpatizantes, e o melhor de tudo: amigos super diferentes! Também surgiram oportunidades de me aliar com pessoas formidáveis, mas que não estavam muito interessados em ver mais gente chegando lá. Ou seja, como em qualquer Conto de Fadas, também passei a colecionar inimigos, e a conviver com contra ataques.

A verdade é: o triunfo não vem do nada, e venho amadurecendo uma concepção de vida, onde uma mescla de felicidades com pitadas de dificuldades é providencial ao crescimento, pois na medida certa as desavenças apimentam nossa vontade de chegar a cada dia mais longe.

Pelos mares do nosso mundo, é maravilhoso poder mergulhar e ver as belezas do fundo do oceano. Por exemplo, em Cozumel, onde já estive mais de uma vez. Também é divertido, nadar com golfinhos, mesmo que seja num parque do Caribe, onde os bichos são domesticados a interagir a base de sardinhas. Pelo menos foi assim que eu entendi, ao fazer meu passeio pelos tanques das Ilhas de lãs Mujeres no México. E já que estamos falando de bichos do mar, em Recife, além de pular as ondas… você pode ter com os tubarões… e eu já encontrei uma criatura destas enquanto fazia snorkeling em Fernando de Noronha. Tudo bem… era um bebê… mas assustou.

Enfim, continuo na luta. Lidando com minhas aventuras pelo mundo, e ajudando outras pessoas a descobrir que #omundoélogoali.  E em meio a tudo, não parei de inventar, e durante a construção de Ivi, eu já vi de tudo, e tenho algo para dizer a você que vem atrás: Fadas de verdade jamais serão bruxas, e Dragões não deveriam estar por ai atrapalhando a minha vida, e a de ninguém. E aproveitando para deixar um recado as aberrações vindouras: Minha energia é fatal, grandiosa e compacta, igual a dos buracos negros. Eu nunca… nunca vi alguém que me fez mal se dar bem no final das contas… Mais cedo, ou mais tarde… pode demorar… Todos vão ter o seu. Boa sorte!

Para Saber Mais…

Em parte são minhas ideias relacionados a pessoas muito importantes para mim, ou a coisas que me afetam além do que deveriam. Ou seja, é Intimo e Pessoal. No logo, o olho… e de minha mulher.


Antes meu blog era fechado. Achava que minha opinião iria “causar” más impressões. Hoje, parte dos antigos posts se encontram aqui neste site através das seções INTIMO E PESSOAL TEXTOS ORIGINAIS de Mundo de Chico.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Previous Story

Medina’s Office 002 - Pesquisas

Next Story

As Crônicas de Ivi - Dragões

Latest from Editorial

Poesia para que?

Poesia para que? No meu antigo blog, eu gostava de escrever poesias. Davam-me prazer. Na nova

Meus 44 anos

Desde que aprendi a escrever, sempre tento dizer algo de relevante no dia do meu aniversário.

O Arco-íris

Quando eu era criança, eu jurava que no começo ou final de um arco-íris haveria de

Felicidade!

Chico e Sofia – Felizes – Ponta Grossa – Paraná – 19.06.2014 Se você me acompanha,