Poesia para que?

/

Imagem para MundodeChico - Big Bang 10

Poesia para que? No meu antigo blog, eu gostava de escrever poesias. Davam-me prazer. Na nova fase de franciscomedina.com.br, eu acredito ter perdido um pouco a mão para escrever sobre minhas paixões e inquietudes particulares. Acho que fiquei comercial, e um tanto quanto preocupado  com a audiência formada por gente que entra no blog atrás do que tenho a dizer sobre turismo.

Muita coisa já vem sendo republicado / replicado sem filtros através do que chamo Textos Originais. E agora, creio estar disposto a voltar ainda mais as minhas raízes, me energizando assim com minha contra força motora que me torna ameno perante este mundo deveras selvagem.

Parte deste meu novo projeto, engloba a publicação de um pequeno livro no final de 2016 com o melhor que já escrevi desde os meus onze anos. Todo o material é fruto de quarenta auto publicações pessoais, com mais de cinquenta textos e poemas por volume.

Em parte de uma coluna de Luís Antônio Giron, ele diz que a poesia é a forma pura da improvisação, do dizer o que ainda não foi dito porque realmente não foi dito nem pensado, mas que, ao ser dito, torna-se uma inscrição definitiva. É o homem que se inventa para livrar-se da ideia da finitude. A poesia inscreve o homem na História, esculpe um sentimento, uma sensação, uma cisma que vibra mesmo quando o corpo do poeta não estiver mais aqui.

Vou estar por aqui por muito tempo. Ainda não desisti da Poesia. Acho que ela também não de mim… vamos adiante nos perdendo em versos enquanto o lobo não vem.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Previous Story

Amizade Verdadeira

Next Story

Corrida Maluca - Wacky Races

Latest from Editorial

Corra até Cansar…

Corra até Cansar… Nasci sem poder me exercitar, e tudo devido ao meu problema de coração.

Meus 44 anos

Desde que aprendi a escrever, sempre tento dizer algo de relevante no dia do meu aniversário.

O Arco-íris

Quando eu era criança, eu jurava que no começo ou final de um arco-íris haveria de